terça-feira, 1 de outubro de 2013

QUATRO ATITUDES QUE PRECEDEM UM AVIVAMENTO

Texto Bíblico: Habacuque 3.1-2

INTRODUÇÃO: Vivemos hoje em, sem dúvidas nem uma, a necessidade de um avivamento espiritual, templos lotados não perfaz por si só um avivamento, movimentos “pentecostais” que fazem o povo gritar e pular também não, porém neste texto bíblico, encontramos as quatro atitudes que precedem um avivamento.

1-  Primeira atitude: Oração
a)- O primeiro segredo do avivamento é sempre a oração, porque o avivamento é buscado (2 Crôn. 7:14).
b)- Porém, a oração que provoca avivamento é muito mais os cochichos de Ana no Templo; do que o clamor com fogo de Elias no Carmelo. Do primeiro o resultado é Samuel mudando o rumo de Israel, do segundo o resultado é a fuga, a caverna e a revelação das fraquezas.      


2-  A Segunda atitude é:  Ouvi a palavra do Senhor
a)-  O avivamento é a palavra do Senhor vivenciada e obedecida (Hb. 3:2).
b)- O avivamento de Judá nos dias do rei Josias, só se deu depois que o sacerdote Hilquias anunciou: “Achei o Livro da Lei na Casa do Senhor”.
c)- O avivamento nos dias de Esdras e Neemias se deu através da leitura expositiva da palavra do Senhor (Nee.8.1-12). Desconfie de homens e mulheres de oração que dizem ter intimidade com Deus, porém não tem nem uma intimidade com a Palavra. (SL. 119:25).

3-  A terceira atitude: “temi”
a)- O temor do Senhor é a porta de entrada para o avivamento individual e coletivo (SL. 119: 38-40)
b)- O temor do Senhor que veio sobre os ninivitas , levando eles ao arrependimento no pó e na cinza, (Jn. 3:1-10).

4-  Buscar a Misericórdia de Deus é a Quarta: “na ira lembra-te da misericórdia”
a)- Jeremias diz que as Misericórdias do Senhor não têm fim, (Lm. 3:22).
b)- O rei Ezequias reconheceu que após a conversão sincera o Senhor usaria de misericórdia. (2 Crôn. 30:9)
c)- Avivamento, é o transbordar da misericórdia divina sobre nossas vidas, pois, o avivamento sempre acontece, quando o povo está na sua pior condição espiritual (Lm. 5:16 e 21).  Para sermos avivados precisamos ser frutos da misericórdia, bem como deveremos frutificar a misericórdia. Essa é a razão pela qual não pode haver avivamento sem misericórdia.

CONCLUSÃO:  “O avivamento, consiste em nova vida espiritual transmitida aos mortos e de nova saúde espiritual transmitida aos vivos”.  Atinge todos no lugar que acontece.

Pr Elias Alves